quarta-feira, 28 de outubro de 2009

retorno

O tempo tem sido escasso para escrever. E quando o tempo existe escasseia a vontade e o cansaço arrasta-me para a cama.

Achei que o melhor seria terminar o blogue, não faz sentido manter algo que não actualizo. E, na verdade cheguei a apagar o blogue, mas... já escrevi aqui tanta coisa, já partilhei aqui uma serie de sentimentos, e de emoções , que é bastante difícil desfazer-me deste pedaço de mim.

Talvez isto seja um empurrão para voltar a escrever, ou talvez não. Mas o que importa é saber que sempre que queira posso vir aqui rever quem fui, e lembrar-me de quem sou.

... Porque o tempo passa, por vezes, rápido demais.

3 comentários:

Tiago disse...

oi eu estava agora a ler o que escreves-te e só posso comcurdar contigo quando dizes que o tempo é escaxo...no fundo somos contrulados por ele quer queiramos quer não é assim...espero que não apagues o blog eu gosto de o visitar!! xD
sabes que não sou muito bom a escrever o que quero dizer...lol por isso talvez esta pate de uma musica do NBC diga o que te quero dizer miga.

Já faz tempo que eu estou afastado mas voltei a tempo,
Dei um tempo porque precisava de pensar no tempo,
Só voltei para dar esta rima avulso,
Porque o tempo é pouco e nos agarra pelo pulso,
Não acreditas olha só, no braço esquerdo é o clock ouve o toc,
Tic toc, mais um segundo que passou,
O tempo não espera como ja disse o Rasko,
Carrego este fardo pesado que é o passado,
O presente e o futuro para mim também é passado,
A máquina do tempo só procura o passado,
Podes alterar o futuro mas nunca mudar o passado,
O tempo não para mesmo para quem manda pausa,
Mudam-se os tempos e as vontades mas não muda a causa,
O tempo apura o faro agora só tenho náusea,
Os homens da manhã ainda guardam mágoa,
Trabalho para ter tempo para fazer o quero,
Mas o tempo e o trabalho não dá nem para fazer um battle contigo,
O tempo é pouco, por isso eu faço o que é preciso,
Só o tempo é que cizo a.k.a. juízo,
Só tu apagas as memórias de fome de uma grande crise,
E transformas essas nódoas num tom com mais sorriso,
E o povo fica indeciso, e o novo mundo é preciso,
Com o tempo,
.....

basicamente força não desistas e continua a escrever mesmo contra o tempo...nós estamos sempre a tempo...mesmo que o tempo passe...

beijos tudo de bom

ॐ Rafão ॐ disse...

Sinto o mesmo a respeito do meu blog, faz parte de mim, como se fosse um lugar onde posso despejar minhas alegrias, tristezas e outro sentimentos as vezes em primeira ou terceira pessoa.
É acho que é uma forma de fugir dessa cela que chamamos de liberdade que é a vida...


bjo bjo

Pedro Bom disse...

Volta depressa!!