sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

teatral

Todos somos actores, ainda que, só alguns exerçam essa profissão.
Ao longo da vida, vestimos capas, inventamos personagens, esconde-mo-nos em nós próprios. E, o nosso eu, vai-se afundando, cada vez mais, e mais, no fundo do armário das nossas máscaras.
Ainda não há maquilhagem para alma, muito menos correctores de imperfeições de carácter.

6 comentários:

Sérgio Franck disse...

Andreia, a vida é um palco de milhares de gêneros... o pecado está em fazer do outro, o palhaço para o seu particular espetáculo.

poetaeusou . . . disse...

*
actores ...
hipócritas, andreia
hipócritas !!!
,
sinceras conchinhas,
,
*

Fragmentos Intemporais disse...

Que grande verdade vejo no decorrer das tuas palavras...

Hoje mesmo de alma partida, te deixo um beijinho!

Obrigada pela visita.

pinguim disse...

se em vez de actores da vida fossemos autores...

Fragmentos Intemporais disse...

Querida Andreia... Passei para deixar um beijo caloroso...

Desejo-te uma óptima semana... Repleta de luz, calor e sorrisos...

Beijos mil, mil vezes intemporais.

Manual do Inseguro.com disse...

Estou encantada com suas idéias, sua forma de dizer verdades que existem desde que o mundo é mundo, mas que você as expõe de forma simples e nos deixa claro: o que é verdadeiro é para sempre.
Stella Tavares

oadestradordesentimentos.blogs.sapo.pt